ONU avalia seis países e relata preocupação com abusos sexuais e casamentos infantis.

ONU - realizações e desafios na proteção dos direitos das crianças.

O Comitê das Nações Unidas para os Direitos das Crianças relatou nesta quarta-feira (5) em Genebra, na Suíça, as realizações e desafios na proteção dos direitos das crianças na Alemanha, Congo, Iêmen, Portugal, Rússia e Santa Sé (Vaticano).

Alemanha - Sobre a Alemanha, o Comitê destacou como preocupante os números significativos de meninas vivendo afetadas pela mutilação g... ou que sofrem o risco de serem temporariamente enviadas para seus países de origem para a realização desta prática(leia mais...)

Congo - A respeito do Congo, as discussões foram consideradas “muito construtivas” e se concentraram na discriminação, particularmente a que sofrem meninas, crianças indíg.... O Comitê também abordou temas como violência contra crianças, incluindo punições corporais, exploração, violência sexual e abandono...

Iêmen - A baixa idade para responsabilização criminal e a aplicação da pena de morte para crianças foram consideradas preocupações no Iêmen(leia mais...)

Portugal - o Comitê também considerou como “muito construtivas” as discussões sobre os impactos negativos da crise econômica e os cortes em muitos dos pro..., o que teve consequências para as famílias e para o investimento público social. A redução nos benefícios sociais afetou cerca de meio milhão de crianças no país. Com isso, elas correm o risco crescente de sucumbir à pobreza, não ter acesso aos serviços apropriados e não desfrutar os direitos descritos na Convenção.

Rússia - Dentre as preocupações do Comitê em relação à Rússia estão leis que têm impacto sobre as crianças, como um ato de 2012 que impede a adoção de crianças russas pelos cidadãos dos Estados Unidos e que, segundo a especialista Maria Herczog, priva muitas crianças da possibilidade de adoção e da oportunidade de viver em um ambiente familiar.

Santa Sé - O Comitê expressou preocupação com as declarações da Santa Sé sobre homossexualidade, que podem ter contribuído para a estigmatização social e violência contra adolescentes lésbicas, gays, bissexuais e transexuais (LGBT) e crianças criadas por casais do mesmo sexo(leia mais...)

Exibições: 79

Comentar

Você precisa ser um membro de Casé Fortes para adicionar comentários!

Entrar em Casé Fortes

Comentário de ELOILMA DE ALMEIDA CALADO em 29 março 2014 às 21:49

Gabriel, vejo que você é um rapaz instruído, e mesmo eu sendo estudante de direito, fico decepcionada com o nosso País. 

Quando consegui que meu caso chegasse ao Supremo Tribunal e que um promotor incorruptível entrasse no caso, soube informalmente que ele foi transferido. Não sei se procede, mas se for mesmo verdade, acredito que não estou denunciando somente um pederasta, um pedófilo, mas uma cadeia de malfeitores em uma cidadezinha de m....

Fico muito indignada, estou dando um tempo para minha sanidade mental, mas estou voltando e irei colocar este maldito na cadeia...pois, tudo o que é possível uma mãe fazer, eu fiz, mas acredito que ainda tenho forças para lutar mesmo que envolva pessoas e "POLÍTICOS" por exemplo.

Download da Cartilha

Adquira a CAMISA da campanha

 

ILOJA VIRTUAL "TODOS CONTRA A PEDOFILIA", por Danusa Biasi

https://linktr.ee/tcpbrasil

Membros

Palestra sobre CRIMES DE PEDOFILIA

Entre em contato:
e-mail:
case@viaceu.com.br
telefone
37.3691.3169
Instagram
@case_fortes

© 2021   Criado por Carlos José e Silva Fortes.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço