Polícia espanhola desmantela rede internacional de pedofilia

Polícia espanhola desmantela rede internacional de pedofilia

Por Paula Torres de Carvalho

Setenta e cinco euros por mês. Era o que bastava pagar para receber fotografias e vídeos de pornografia infantil pela internet. O “negócio” era sustentado por uma rede internacional. A polícia nacional espanhola investigou, desmantelou o grupo, identificou 74 utilizadores desses sites e deteve 49 pessoas que se dedicavam à compra e venda de pornografia infantil. Algumas, são pedófilos reincidentes identificados em operações anteriores e que aguardavam julgamento.

A operação foi desencadeada em colaboração com os Estados Unidos, Reino Unido e Bielorrússia (DR)

A operação - noticiada hoje pela polícia - foi desencadeada em colaboração com os Estados Unidos, Reino Unido e Bielorrússia, países nos quais existiam pessoas que promoviam a circulação de cerca de 200 sites com imagens de crianças através dos quais seria possível adquirir fotos e vídeos por encomenda. Quinze pessoas que assinaram as páginas foram, entretanto, acusadas.

Na secção de assinantes, a rede disponibilizava imagens de meninos e meninas, na sua grande maioria menores de 13 anos, enquanto sofriam abusos sexuais ou posavam nus junto a outras crianças.

Como os utilizadores “pagavam uma quantia mensal, não queriam fotos ou vídeos muito vistos com crianças que circulavam na rede. Exigiam material novo, com crianças vítimas de abusos recentemente. Por essa razão, pensamos que existiam pedidos de material”, explica o inspector chefe da Brigada de Investigação Tecnológica (BIT), citado pelo jornal El Mundo.


Durante a operação, os policias espanhóis realizaram 62 buscas a residências, nas quais apreenderam material relacionado com pornografia infantil.

A investigação, iniciada em 2008 e coordenada pela Interpol, contou com a participação de agentes da polícia espanhola, da Bielorrússia, da Polícia Metropolitana de Londres e de unidades do FBI (polícia federal americana) especializadas em crime informático.

Os investigadores procuram agora identificar as crianças que foram vítimas desta rede internacional.

Exibições: 153

Comentar

Você precisa ser um membro de Casé Fortes para adicionar comentários!

Entrar em Casé Fortes

Comentário de ORÁCULO DO DELFUS em 19 janeiro 2011 às 21:09

A investigação, iniciada em 2008 e coordenada pela Interpol

 

qtas crianças ñ foram abusadas desde então?

 

devemos pensar ... " ANTES TARDE DO Q NUNCA ? " ????

 

PENA Q ESTE RESULTADO SÓ FOI NA ESPANHA PQ É SABIDO Q MUITOS DESTES VÍDEOS C/ CERTEZA CHEGARAM AO BRASIL.

 

E O BRASIL?

 

VAI FAZER O Q E QDO?

 

 

 


Download da Cartilha

Adquira a CAMISA da campanha

 

ILOJA VIRTUAL "TODOS CONTRA A PEDOFILIA", por Danusa Biasi

https://linktr.ee/tcpbrasil

Membros

Palestra sobre CRIMES DE PEDOFILIA

Entre em contato:
e-mail:
case@viaceu.com.br
telefone
37.3691.3169
Instagram
@case_fortes

© 2021   Criado por Carlos José e Silva Fortes.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço