ONG MT contra a pedofilia defende força Tarefa permanente para combater a pedofilia em MT


O presidente da ONG MT contra a pedofilia,Toninho do Gloria defendeu ontem a criação urgente por parte do Governo Estadual de uma Força Tarefa Especial, com a missão de combater a pedofilia no âmbito do Estado de Mato Grosso. De acordo com o presidente da Ong,deve haver um trabalho integrado, voltado à ação preventiva, mas também de investigação, diante das constantes ocorrências de violência sexual, e inclusive do aumento assustador de crianças e jovens grávidas.


Segundo Toninho do Gloria a Força Tarefa deve atuar de forma suplementar aos organismos de segurança já existentes, e deve ser integrado por membros do Comissariado de Menores, Delegacia Especializada de Proteção a Criança e ao Adolescente, Polícia Militar, conselhos tutelares, secretarias municipais e estadual de Educação, Ministério Público Estadual, e Defensoria Pública Estadual.


A proposta, de acordo com o presidente da ONG MT contra a pedofilia, é de se manter um organismo de múltipla área de ação, no sentido de obter informações,ou partir para a investigação, em regiões onde exista suspeição de que crianças ou adolescentes estejam em risco ou já sendo exploradas. Disse ele, que principalmente em regiões distantes dos grandes centros urbanos, crianças e jovens, diante da constatação da falta de um policiamento permanente, freqüentam bares e boates aumentando consideravelmente os riscos.


Destacou Toninho do Gloria da importância também de um trabalho com os professores, no sentido de serem parceiros nesta luta contra a pedofilia. Mas estes profissionais devem ser orientados por especialistas, para atuarem de forma positiva. Salientou em seguida, que o perigo ronda as escolas, e neste sentido deve ser desenvolvido um trabalho minucioso, cauteloso, e paciente principalmente nos horários de entrada e saída dos alunos e alunas.


Ele também se manifestou favorável ao projeto aprovado no Senado Federal e que altera o Estatuto da Criança e do Adolescente para estipular punição ao hotel, pensão, motel ou congênere que hospedar criança ou adolescente desacompanhado dos pais ou responsáveis, ou sem autorização. A matéria vai a sanção presidencial. A medida, complementou, “irá ajudar a proteger cerca de meio milhão de crianças e adolescentes vítimas de exploração sexual, prática disseminada em todas as regiões do país”.

Exibições: 87

Comentar

Você precisa ser um membro de Casé Fortes para adicionar comentários!

Entrar em Casé Fortes

Download da Cartilha

Adquira a CAMISA da campanha

 

ILOJA VIRTUAL "TODOS CONTRA A PEDOFILIA", por Danusa Biasi

https://linktr.ee/tcpbrasil

Membros

Palestra sobre CRIMES DE PEDOFILIA

Entre em contato:
e-mail:
case@viaceu.com.br
telefone
37.3691.3169
Instagram
@case_fortes

© 2021   Criado por Carlos José e Silva Fortes.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço