A operação visa combater uma rede de pedofilia no Acre, que de acordo com o MPE, atua há pelo menos 12 anos em território acreano

Durante coletiva de imprensa na manhã desta segunda-feira, 5, romotores do Mistério Público do Acre (MPE)  prestarem mais informações sobre a Operação Delivery.

A operação visa combater uma rede de pedofilia no Acre, que de acordo com o MPE, atua há pelo menos 12 anos em território acreano. A última prisão, ocorreu com dois pecuaristas, Assuero Doca Veronez, 62, e Adalho Cordeiro Araújo, 79. Novas prisões podem ocorrer a qualquer momento, entre elas, vários  empresários estariam na lista negra. Um envolvido já teria deixado o país.

Os pecuaristas foram presos por meio de ação simultânea das polícias Civil, Federal e do MPE, que atua no caso há cerca de quatro meses.

A Operação Delivery foi deflagrada no dia 17 de outubro. Seis pessoas já haviam sido presas suspeitas de integrar a rede de prostituição: Jardel de Lima Nogueira, 33, Francinei de Oliveira Contreira, 35, Greice Maria Vasconcelos de Almeida, 31, Adriano Macedo Nascimento Filho, 18, Maria José Souza da Silva, 42, e Thiago Celso Andrade, 26, este último teve a prisão relaxada por força de habeas corpus.

http://www.oriobranco.net/component/content/article/29-destaque/284...

Exibições: 149

Comentar

Você precisa ser um membro de Casé Fortes para adicionar comentários!

Entrar em Casé Fortes

Download da Cartilha

Adquira a CAMISA da campanha

 

ILOJA VIRTUAL "TODOS CONTRA A PEDOFILIA", por Danusa Biasi

https://linktr.ee/tcpbrasil

Membros

Palestra sobre CRIMES DE PEDOFILIA

Entre em contato:
e-mail:
case@viaceu.com.br
telefone
37.3691.3169
Instagram
@case_fortes

© 2021   Criado por Carlos José e Silva Fortes.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço