SÃO PAULO -

O ex-diretor de um colégio de Marília, Luís Eduardo de Oliveira, teve a pena de dois anos de prisão em regime semiaberto revertida para a prestação de serviços à comunidade. A mudança na pena foi publicada em Diário Oficial. Luís Eduardo foi acusado de ter no computador imagens com pornografia envolvendo crianças e adolescentes.

Segundo o processo, as investigações começaram em 2007 quando uma família de Americana denunciou o caso à polícia. Uma menor, de 15 anos, era induzida pelo diretor a se despir em frente a uma câmera do computador de uma outra pessoa.

No computador portátil, pertencente ao professor, a perícia localizou imagens e fotos de crianças e adolescentes.

FONTE

\/

http://oglobo.globo.com/cidades/sp/mat/2010/09/22/sp-ex-diretor-de-...


LUIZ EDUARDO DE OLIVEIRA ( FOTO )


O diretor-geral do colégio Cristo Rei de Marília é Luís Eduardo de Oliveira(foto), 33, mas, ao acessar a internet, ele se transformava por vezes na adolescente Thais Cooler. Desde ontem (25) Oliveira é réu em processo de crime de pedofilia, conforme acusação feita contra ele pelo Ministério Público. O juiz Décio Mazetto, da 3ª Vara Criminal daquela cidade, aceitou a acusação.

Marília é uma cidade paulista de 223,5 mil habitantes que fica a 443 km da capital. O Cristo Rei é uma tradicional escola que atende crianças e adolescentes. Pertence à Congregação dos Irmãos do Sagrado Coração de Jesus. Oliveira é um dos irmãos.

Ele admitiu ao MP que vinha se passando na internet por Thais Cooler para “saber o que a juventude admira ou repudia em uma escola”, de acordo com a Folha Online.

O MP, entretanto, acusa o irmão de se passar por Thais Cooler para convencer adolescentes a tirar a roupa diante da webcam, transformando as imagens em fotos.


> Pena de pedófilo ex-diretor do Cristo Rei será prestar serviços. (setembro de 2010)


Foi o que houve no dia 8 de março de 2007. Em Americana, cidade também do interior paulista, uma mãe flagrou sua filha de 11 anos se despindo diante do computador a pedido de coleguinha de MSN Thais Cooler, que estava na outra ponta da conexão.

A mãe fez denúncia à polícia, que descobriu que a tal ‘coleguinha’ é, na verdade, Oliveira.

No notebook pelo qual ele acessava a internet, a partir de sua sala de diretor do colégio, a perícia policial recuperou 27 mil arquivos de pornografia infantil que tinham sido deletados.

As fotos chocam, segundo o promotor de Justiça Gilson Augusto da Silva. “Há inclusive cenas de homossexualismo entre crianças.”

Não foi divulgado se há fotos de estudantes do Cristo Rei.

Oliveira, que permanece na direção da escola, vai prestar contas à Justiça em liberdade. Mas o MP quer que ele seja preso preventivamente

\/

FONTE

http://e-paulopes.blogspot.com/2009/03/diretor-do-cristo-rei-fingia...



PODE TER TIDO PENA, TER REVERTIDO A PENA MAS A CARA TEM Q SER MOSTRADA!



Exibições: 545

Comentar

Você precisa ser um membro de Casé Fortes para adicionar comentários!

Entrar em Casé Fortes

Download da Cartilha

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Adquira a CAMISA da campanha

 

I_M_P_O_R_T_A_N_T_E   (N_O_V_O):

danleros@bol.com.br

DEVIDO AO GRANDE NÚMERO DE SOLICITAÇÕES, A EMPRESA “DANLERO'S”, ATENDERÁ A PEDIDOS DE

C_O_M_P_R_A_S

DE CAMISAS, NO VALOR NECESSÁRIOS À COBERTURA DOS CUSTOS.

SOMENTE DURANTE OS EVENTOS DO MOVIMENTO “TODOS CONTRA A PEDOFILIA” HAVERÁ

S_O_R_T_E_I_O_S DE CAMISAS G_R_A_T_U_I_T_A_S,

REALIZADOS A CRITÉRIO DO PROMOTOR DO EVENTO.

PARA NOVOS PEDIDOS DE COMPRA DE CAMISAS:

Você quer uma camisa da campanha TODOS CONTRA A PEDOFILIA? Ao usar esta camisa você expressa sua INDIGNAÇÃO contra os crimes ligados à Pedofilia, contra o abuso sexual, contra a exploração sexual de crianças e contra a pornografia infanto-juvenil! Faça parte dessa luta!

1 - Se REGISTRE no BLOG;

2 - Envie um e-mail dizendo o ENDEREÇO da entrega e o TAMANHO da camisa para:

danleros@bol.com.br

*** A*T*E*N*Ç*Ã*O ***

 E-MAIL PARA PEDIDOS DE COMPRAS DE CAMISAS:

danleros@bol.com.br

Membros

Palestra sobre a CPI da Pedofilia

© 2019   Criado por Carlos José e Silva Fortes.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço