Controle da pornografia na internet pelos provedores não será eficaz via DNT - Alexandre Atheniense http://tinyurl.com/32ht87l

Controle da pornografia na internet pelos provedores não será eficaz



Pais e filhos devem receber orientação das escolas sobre segurança do uso da internet
Reportagem da BBC esta semana mostrou que o governo inglês quer impor uma norma para que provedores de internet bloqueiem conteúdo de pornografia “na fonte”. A proposta de cortar o acesso a material pornográfico foi lançada pelo ministro da Cultura, Ed Vaizey em entrevista ao Sunday Times.

O governo ainda está conversando com provedores para discutir essa proposta. Mas, segundo os especialistas, os desafios técnicos de qualquer sistema de grande escala de filtragem está fadado ao fracasso. Um porta-voz do governo inglês, confirmou uma proposta aos provedores sobre a criação de um regime de verificação de idade para reger o acesso a sites pornográficos. “Este é um assunto muito sério”, disse Vaizey. “Eu acho muito importante que os provedores avancem com soluções para proteger as crianças”.

Em resposta à proposta do governo, Nicholas Lansman, secretário-geral da indústria de provedores ressaltou que é tecnicamente impossível bloquear completamente estes conteúdos. “Acreditamos que os controles sobre o acesso das crianças à Internet deve ser gerida pelos pais e educadores com as ferramentas que os provedores, em vez da imposição ser imposta topo para baixo”.

Ao meu ver, caberiam as escolas no papel de educadoras a iniciativa de abordar e orientar alunos e familiares sobre utilização segura da internet. As escolas ainda não entenderam que dentre o rol dos conteúdos a serem trabalhados com as famílias e alunos encontram-se as questões relacionadas a segurança da informação na era digital.

Importante destacar também que a obrigatoriedade dos provedores em restringir todo e qualquer conteúdo pornográfico na internet poderá levar ao bloqueio de sites de conteúdos legítimos causando prejuízos para provedores, proprietários dos sites e usuários. Deixar para o provedor a missão de fazer o julgamento do que deve ou não ser censurado é uma temeridade e na prática não funciona.

Exibições: 77

Comentar

Você precisa ser um membro de Casé Fortes para adicionar comentários!

Entrar em Casé Fortes

Comentário de ORÁCULO DO DELFUS em 26 dezembro 2010 às 15:31

sabe o q eu acho estranho?

( e como sempre digo ... * pelo menos no Brasil, mas pelo visto é no mundo inteiro ... * eles esperam cagarem p/ depois limpar a merda )

ñ seria mais fácil prêver q alguém cagaria p/ prevenir a merdança?

será q ninguém imaginou sequer q a internet poderia ser alvo p/ estas pornografias ?

será q ñ preveram q crianças poderiam usar a internet e ver sexo explícito?

será q ñ preveram q c/ a entrada do orkut ( no Brasil ) ñ haveria pornografia adulta e infantil na internet?

 

AHHHHHHHHHH 

CLARO Q Ñ ... POIS UM MONTE D BURROS SEMPRE SERÁ UM MONTE D BURROS!"

:X 

Download da Cartilha

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Adquira a CAMISA da campanha

 

I_M_P_O_R_T_A_N_T_E   (N_O_V_O):

danleros@bol.com.br

DEVIDO AO GRANDE NÚMERO DE SOLICITAÇÕES, A EMPRESA “DANLERO'S”, ATENDERÁ A PEDIDOS DE

C_O_M_P_R_A_S

DE CAMISAS, NO VALOR NECESSÁRIOS À COBERTURA DOS CUSTOS.

SOMENTE DURANTE OS EVENTOS DO MOVIMENTO “TODOS CONTRA A PEDOFILIA” HAVERÁ

S_O_R_T_E_I_O_S DE CAMISAS G_R_A_T_U_I_T_A_S,

REALIZADOS A CRITÉRIO DO PROMOTOR DO EVENTO.

PARA NOVOS PEDIDOS DE COMPRA DE CAMISAS:

Você quer uma camisa da campanha TODOS CONTRA A PEDOFILIA? Ao usar esta camisa você expressa sua INDIGNAÇÃO contra os crimes ligados à Pedofilia, contra o abuso sexual, contra a exploração sexual de crianças e contra a pornografia infanto-juvenil! Faça parte dessa luta!

1 - Se REGISTRE no BLOG;

2 - Envie um e-mail dizendo o ENDEREÇO da entrega e o TAMANHO da camisa para:

danleros@bol.com.br

*** A*T*E*N*Ç*Ã*O ***

 E-MAIL PARA PEDIDOS DE COMPRAS DE CAMISAS:

danleros@bol.com.br

Membros

Palestra sobre a CPI da Pedofilia

© 2019   Criado por Carlos José e Silva Fortes.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço